"Estou dando a você a liberdade. Antes, rompo o saco d'água. Depois, corto o cordão umbilical. E você está viva por conta própria."


(Clarice Lispector)



sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

♥ Boas Festas ♥

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Super Lindos em Ação!

Numa noite recente, a Olívia, por conta da falta de rotina, ou melhor, não quero parecer uma mãe tirana, por conta dos horários diferentes das nossas “pequenas-férias”, ela está dormindo – e na marra! – depois das 11 da noite!!!!
Um sufoco pra nós pais, que levantamos às 6h30.... Enfim, esta tal noite ela começou a brincar com o pai de “Lindos”, ele dizia Papai Super Lindo e ela gritava: Olívia Super Lindaaaaa!!! Isto, com os bracinhos pra cima e as mãozinhas abertas. Logo em seguida, dizia: Super Lindos em Ação!!! E pulava na cama, saia correndo pelo quarto, dando gargalhadas e molenga, molenga de sono... O pai se animou e saiu pela casa com as mãos pra cima, “mandando energia” como fazia, ou ainda faz, a senhora Xuxa, gritando e rindo Super Lindos!!! E a Olívia atrás dele fazendo o mesmo! Foram assim até a sala, depois até a cozinha buscar água e terminaram na cama pulando e fazendo cabaninha para se esconderem de mim. Eu?! Olhando aquilo passada, quase 11 da noite e o pai incentivando aquele Carnaval.... Por fim, me deitei e ela no nosso meio ajoelhada com as mãozinhas pro alto, rindo muito, foi quando olhou pra gente e disse: Super Família!!! Linda é claro... ehehehehe
Pois é, ficamos emocionados e na manhã seguinte com olheiras!

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Caixa Surpresa!



Dia desses fui pega de surpresa para fazer a Caixa Surpresa da Lili. Justamente naquela semana apertada de trabalho, mas a professora toda compreensiva me deu mais uns dias. Ufa! Que alívio! Afinal, queria fazer com tempo, carinho e principalmente, junto com a Olívia. E fomos lá fazer a tão querida caixa. Sim “querida”, os dias em que ela ficou em casa foram suficientes para sentir o quanto a Olívia adora essa caixa colorida e cheia de mistérios, ou melhor, surpresas. Volta e meia, ela era aberta e cheia de brinquedos pela Olívia, que fez até uma tentativa de entrar dentro dela...

A Caixa Surpresa é levada toda semana para casa de um aluno, a criança deve colocar dentro dela o que mais gosta e levá-la à escola para compartilhar com seus amiguinhos de sala.

No caso da Lili, o que ela mais gosta?!?! São tantas coisas, mas elegi as mais evidentes: música, uva passa e borboletas. Então colocamos o CD – Casa da Ruth, que ela canta inteiro, todas as músicas sem exceção. O pandeiro de borboleta que ela carrega na sua bolsinha pra cima e pra baixo. As tentadoras uvas passas, que dispensa comentários. E de quebra acrescentei gominhas, não sei se todas as crianças curtem uva passa como a Lili e também potinhos de bolinha de sabão, uma festa na mão da molecada. Ah, a boneca de pé quebrado foi colocada pela própria Olívia.

Depois de tudo organizado, bóra pra escola brincar!

Segundo a professora, a caixa da Lili rendeu 1 semana de trabalhinhos e temas para atividades e brincadeira.

A mãe?! Orgulhosa da filha.
A filha?! Se divertiu a bessa!

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Mamá, quero e não quero!

Há 1 mês venho num dilema com a tão famosa mamadeira.
A Olívia mamou no peito até os 10 meses, depois continuou mamando na mamadeira. No mês passado, ao completar 1 ano e 9 meses, ela simplesmente negou o tão sagrado mamá. Negou ao ponto de pedir uma mexerica no lugar do leitinho quente. Coisa mais esquisita!
A pediatra orientou misturar algo no leite para torná-lo mais atrativo, já que a Lili toma leite puro. Tentei chocolate (nescau), morango (quick), um pouquinho de açúcar, até gelatina de framboesa e nada!! Pediu para que eu não usasse aqueles pós nutritivos (mucillon, sustage, etc), pois a facilidade da minha pequena em ganhar peso é uma beleza (tem a quem puxar... L). Mas na minha ansiedade de mãe, ainda tentei dar o leite com um pouquinho de farinha láctea e nada, aí pensei “só vou fazer um teste” e comprei o tal Mucillon (caríssimo, aliás), mas ela detestou!
Não sei se isso foi bom ou ruim, o fato é que me conformei com essa rejeição ao leite e ofereci derivados, queijinho e danones, o que ela aceitou muito bem. E como toda mãe coruja, nunca deixei de oferecer, nas horas de fome: Quer um mamá?! Até que há uns dias atrás ela aceitou e tem mamado 1 ou 2 mamadeiras por dia. Fiquei feliz! Mesmo havendo ocasiões dela não querer nenhuma e para quem mamava 4 vezes ao dia...
No fundo, acho que tenho que enxergar que o meu bebê está passando a ser criança e daqui a pouco adolescente e depois se tornará um adulto... ai ai... até lá tem tempo, vou aproveitar e curtir cada momento!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Pipoca & Cinema!

Na semana passada, depois de 10 anos, 9 pelo menos, sem irmos ao cinema, os pais da Olívia finalmente pegaram um cineminha!!! Um feito! Um evento! Uma diversão! O filme?! Thor. Legal. Mas confesso que a história nem contou muito e sim o ato de sairmos sozinhos, num programinha antes banal e hoje mega legal!! Aproveitamos!! Nos deliciamos com a pipoca, com o ar condicionado, com a sala 3D e ainda de quebra encontramos amigos na sessão... Muito bom! Se tudo der certo repetiremos a dose em breve! A Olívia?! Sim, ficou em casa com a tia Lê, dormiu quando saímos e acordou quando chegamos... curiosa, quis saber do nosso passeio.

domingo, 3 de abril de 2011

“Vinde a mim os pequeninos e não os impeçais porque deles é o reino dos céus”.

Na minha infância lembro bem da Missa das Crianças, todo domingo na Matriz. Sem entrar muito na questão religião, cresci, estudei outras filosofias e continuo gostando muito da energia da igreja, sou católica de berço, pratico diariamente a minha fé e ultimamente senti muita vontade em levar a Olívia à missa das crianças.

E assim fomos nós, eu, Lili e uma bolsinha com o kit básico: fralda descartável, lencinhos umedecidos, pomada para prevenção de assadura, uma troca de roupa (nunca se sabe o que irá acontecer, mesmo estando em uma missa), a nãna (uma fraldinha de tecido limpinha e cheirosa), chupeta (em caso de emergência, minha companheira infalível para inquietudes da Lili) e um copinho de água (sim, anti-vazamento, é claro!). Parece muita coisa, também achava quando comecei com esta historinha de filho, mas depois tudo isso me parece singelo e normal. Olha que nem coloquei a mamadeira, o potinho de leite em pó e uma mini tapeware com biscoito de polvilho (este item é de alta ajuda para sossegar crianças).


A missa mudou um pouco do que me lembro da minha época, o coral de canto é formado por senhoras, mas tinham 3 meninas-moças ajudando no canto, me lembro que era apenas um adulto com violão, orientando a molecada a cantar.


Não tem mais historinhas com cartazes, feitos de cartolinas desenhadas e pintadas pelas professoras do catecismo. As músicas mudaram, de algumas me lembrei, de outras não conheci, mas com a ajuda de um telão, a letra vai passando como num karaokê e fui cantando com ela, que se esbaldou. Bateu palmas, dançou e ao final gritou Êeeeee! Nesta hora as pessoas olharam, algumas riram e os mais rígidos franziram a testa. Nós?! Nem aí com eles, ali era a Missa das Crianças!


Imagine só se tocassem Hosana hey Hosana há, o “hit” da minha época, Jesus (literalmente) a Lili iria acreditar que ali se tratava de uma grande festa!



Para refrescar a memória...


Hosana hey hosana ha, hosana hey hosana hey hosana ha! }Bis / Ele é o Santo, é o filho de Maria, é o Deus de Israel, é o filho de Davi / Hosana hey hosana ha, hosana hey hosana hey hosana ha! }Bis / Santo é seu nome, é o Senhor Deus do universo, glória a Deus de Israel, nosso Rei e Salvador / Hosana hey hosana ha, hosana hey hosana hey hosana ha! }Bis / Vamos a ele com as flores dos trigais, com os ramos de oliveira, com alegria e muita paz / Hosana hey hosana ha, hosana hey hosana hey hosana ha! }Bis / Ele é o Cristo, é o unificador, é hosana nas alturas, é hosana no amor / Hosana hey hosana ha, hosana hey hosana hey hosana ha! }Bis / Ele é o caminho, a verdade e a vida, quem o segue sai das trevas e caminha para a luz / Hosana hey hosana ha, hosana hey hosana hey hosana ha! }Bis / Sua mensagem é alimento que dá vida, que constrói o mundo novo na justiça e na paz.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Criança & Animal de estimação

video

Muitas crianças pedem aos seus pais um bichinho de estimação, no caso da Olívia ela não teve escolha, pois quando nasceu já tínhamos há 13 anos nossos 3 gatos. Sim eles são idosos, mas ainda estão firmes e fortes. A convivência foi aos poucos e no início da gravidez a minha gatinha mais velha fez suas necessidades por algumas vezes do meu lado no pé da cama. Um ato de protesto acredito. Até que a Olívia nasceu e eles não identificavam se aquele choro era de um filhote de felino, ou da minha filhota. Os primeiros contatos foram ressabiados. E hoje a Olívia com 1 ano e 7 meses, dona do pedaço, já habituada com a presença dos 3, não se intimida em apertá-los e abraçá-los. Tudo bem que com a minha supervisão, mas parece que eles, principalmente o Nero, já entenderam a história e sabem quem é quem. Conclusão ela deita e rola com ele e ele só faz ronronar...

Lendo a respeito deste tema, encontrei alguns fatos interessantes:

A criança que convive com animais, é mais afetiva, repartindo suas coisas, é generosa e solidária, demonstra maior compreensão dos fatos, é crítica e observadora, se sensibiliza mais com as pessoas e as situações.

Apresenta autonomia, responsabilidade, preocupação com a natureza, com os problemas sociais, desenvolve boa auto-estima.

Relaciona-se com desembaraço com os amigos, tornando-se mais sociável, cordial e justa. Sabe respeitá-los.

Desenvolve sua personalidade de maneira equilibrada e saudável, com mais facilidade para lidar com a frustração, liberta-se do egocentrismo.

Desde os cuidados com aquela planta do vaso da sala aos cuidados com o bichinho que escolheu para ser seu, a criança está desenvolvendo uma nova consciência, onde o meio-ambiente, as questões ecológicas do momento e as questões sociais, políticas e econômicas do mundo, sob uma outra ótica, contará com a colaboração de verdadeiros cidadãos.

Fonte: www.saudeanimal.com.br